Você sabe o que significa EPC?

Os projetos do tipo EPC (Engineering – Procurement – Construction) englobam num só serviço projeto (planejamento), suprimentos e construção do empreendimento, ou seja, o contratado é responsável por planejar a construção, realizar todas as atividades relacionadas ao processo de compras e executar o planejamento do empreendimento.

Planejar consiste em definir o cronograma, realizar a orçamentação, definir os materiais, equipamentos e mão de obra necessários, identificar e tratar riscos, entre outros. O serviço de suprimentos compreende nas atividades relacionadas à compra, ou seja, solicitar orçamentos, negociar valores, prazos e condições com os fornecedores, além de gerenciar as entregas. Já a construção constitui-se de executar todo o planejamento utilizando os recursos ofertados pela gestão de suprimentos e gerenciar todas as atividades, realizando a integração entre as atividades.

Esse tipo de serviço é muito utilizado em projetos de maior complexidade, visto que reduz as responsabilidades do contratante e evita conflitos no repasse de informações que poderiam existir na contratação individual dos serviços, como especificações de materiais e equipamentos do planejamento para a área interna de suprimentos e a relação desta com fornecedores divergindo das necessidades da construção.

Quanto aos contratos, existem vários tipos relacionados ao serviço EPC. Os três mais utilizados são: diversos contratos com escopos complementares, inclusive EPCs; um contrato EPC lump sum turnkey; e/ou um contrato de aliança, também chamado EPC open book. Para determinar a estrutura contratual que melhor atende as necessidades da organização para a construção e implantação de um projeto é importante avaliar e determinar a alocação de riscos entre as partes e a mitigação desses considerando a estrutura de financiamento, o estágio de maturidade e desenvolvimento do projeto e os recursos internos existentes. Esta determinação permitirá à organização definir qual das estruturas contratuais melhor atende suas especificações.

Na estrutura com diversos contratos com escopos complementares a organização possui contratos separados para tecnologia, engenharia básica e de detalhamento, construção civil, montagem, gerenciamento, entre outros. Cada contrato deste engloba os serviços EPC correspondentes à sua área. Tal estrutura de contratos exige da organização alto nível de comprometimento interno para gerir todos os contratos e garantir a integração entre os serviços para proporcionar o alcance do objetivo final. Também é possível que a organização contrate uma empresa terceira para realizar a gestão de contratos. Por outro lado, apesar de demandar maiores esforços, a organização pode obter benefícios, como descontos, pela negociação específica com cada fornecedor.

Já no tipo de contrato Turnkey a organização contrata apenas uma empresa para o projeto todo, com preço fixo e data de entrega definida. Dessa forma, a empresa se torna responsável por todas as atividades referentes ao projeto, assumindo os riscos inerentes e entregando a “chave na mão” no prazo estipulado. Neste modelo, a responsabilidade da empresa contratante é mínima, pois todos os riscos e esforços com a gestão de contratos são repassados para a contratada. No entanto, a flexibilidade de negociação é reduzida, visto que a organização relaciona-se apenas com uma parte, deixando de obter benefícios.

A última estrutura contratual mais utilizada é a EPC open book, na qual a organização desenvolve uma aliança com a contratada para a viabilização inicial do empreendimento. Após a fase de engenharia e desenho do projeto e estipulação de custos inicia-se o contrato de EPC, com margem definida de preço (preço teto e meta) e regras para compartilhamento dos valores remanescentes, ou seja, a diferença entre o preço meta e o realizado, que deve ser inferior ao preço teto, é dividida entre as partes contratante e contratada com base em critérios pré-definidos. Esse modelo de contrato exige alto nível de maturidade das partes e seus integrantes. Além disso, pode ser um desafio a formação de uma aliança, respeitando a diferença de valores, culturas e interesses. Por outro lado, esse modelo possibilita maior flexibilidade na alteração do escopo do projeto e maior controle de custos e do andamento do projeto pela organização.

2 comentários sobre “Você sabe o que significa EPC?”

Deixe uma resposta