3 dicas para garantir a produtividade em projetos industriais

Em projetos industriais, em que geralmente há um número de pessoas envolvidas razoavelmente alto, muitos problemas podem ocorrer e que, se não controlados, afetam a equipe e podem acabar virando uma bola de neve, gerando prejuízos para os negócios. O desafio é ainda maior quando há algum tipo de inovação a ser implementada nos projetos, em que é necessário que a equipe saia da rotina para a conclusão do projeto.

A equipe de projetos industriais deve ser bem treinada para lidar com as possíveis alterações e inovações ao longo dos trabalhos, sem que isto gere algum tipo de desconforto, desmotivação ou que diminua a produtividade. Qualquer alteração que mude a rotina abala uma determinada equipe, ainda mais quando a mesma é numerosa. Neste contexto, o trabalho das lideranças das equipes destes projetos industriais é fundamental para conter estes potenciais problemas, por meio da realização de um planejamento efetivo dos projetos e de um monitoramento e controle eficaz.

Alguns pontos são fundamentais para que a produtividade e, consequentemente, a qualidade dos projetos industriais não sejam afetadas. Dentre os principais estão:

Defina metas possíveis

Ao definir as metas dos projetos, o gestor deve se atentar ao fato delas serem possíveis para a equipe realizadora. Uma efetiva análise prévia do desempenho dos funcionários de uma fábrica, por exemplo, pode contribuir para a definição da real produtividade dos mesmos para um determinado projeto. Quando se trabalha com metas impossíveis ou mal formuladas, pode gerar desmotivação da equipe e a produtividade tende a cair consideravelmente. Os gestores devem desafiar sua equipe, priorizando atividades principais com base em uma lista de demandas prioritárias, mas sempre com consciência.

Divida bem as atividades dos projetos

Um dos grandes erros de uma indústria e que ainda ocorre nos dias atuais é o fato de não se realizar uma distribuição assertiva das atividades dos projetos entre a equipe. Qualquer gestor deve evitar que a o projeto dependa de uma única pessoa para uma determinada função. Na etapa de planejamento, o tópico da divisão de tarefas deve ser realizado – ferramentas como o MS Project são muito úteis neste sentido – e depois repassado com os membros da equipe de projeto, a fim de que todos compreendam bem o que cada um irá realizar.

E os membros da equipe dos projetos não devem ficar estabilizados. Sempre que não souberem realizar algo ou estiverem com qualquer outra dúvida, comunicar com antecedência ao gestor para evitar o desperdício de tempo é o melhor a se fazer.

Motive a sua equipe

O monitoramento e o controle dos projetos são essenciais para que tudo saia como o planejado. Para isto, é preciso ter uma equipe motivada nas funções que estão realizando para que a produtividade se mantenha alta até o encerramento do projeto. Motivar os funcionários, apresentando os resultados e indicadores de desempenho e bonificando-os quando forem assertivos podem ser combustíveis para que sua equipe fique cada vez mais integrada e produtiva.

Buscar romper desafios e gerenciar adequadamente os recursos e capitais humanos devem estar intrínsecos em todos os profissionais, não somente na área industrial. Para auxiliar neste sentido, existem capacitações como de Planejamento e Controle de Projetos Industriais e de ferramentas específicas para a gestão de projetos, como MS Project para Projetos Industriais. Compreendendo da melhor forma possível os conceitos de gerenciamento de projetos aplicados aos projetos industriais, a produtividade será otimizada e os resultados tendem a ser muito melhores.

Deixe uma resposta