Gerenciamento de riscos em projetos: evitando surpresas ao longo do projeto

O gerenciamento de riscos é uma parte fundamental de todo e qualquer planejamento para que se evitem surpresas, custos extras ou prejuízos no andamento dos projetos, o que acaba comprometendo as entregas. O gerente de projetos responsável pelo planejamento deve identificar de forma detalhada todos os tipos de riscos que possam afetar o projeto em que esteja alocado. O ideal é que nenhum imprevisto aconteça e afete os objetivos do projeto e da organização. Porém, caso ocorra, é importante que já se tenha um plano de ação definido previamente pelo gerente de projetos, no gerenciamento dos riscos do projeto, para conter cada imprevisto que acontecer.

Os riscos dentro do gerenciamento de projetos podem ser negativos ou positivos. Os riscos negativos são os que podem impedir a criação de valor ou mesmo destruir o valor existente do projeto ou da organização. Já os positivos, contrabalanceiam os negativos e também podem representar oportunidades, que influenciam favoravelmente na realização dos objetivos estratégicos da empresa, agregando valor ao projeto e à organização. Desta forma, a função do gerente de projetos é trabalhar ao máximo para mitigar – ou até eliminar – o impacto das situações negativas e obter total vantagem das oportunidades geradas pelos riscos positivos.

Entre as finalidades da realização de um gerenciamento eficaz de riscos nos projetos de uma organização estão: o fortalecimento das decisões de respostas aos riscos, a redução dos prejuízos operacionais, o aproveitamento das oportunidades geradas pelos riscos positivos, a otimização do capital interno, dentre outros.

Probabilidade x Impacto

É importante que o gerente de projetos identifique o máximo de riscos que possam afetar o projeto em questão, definindo a atuação prioritária com base na análise de probabilidade e impacto. Deve-se definir o grau de probabilidade de algum evento acontecer e os níveis de impacto de cada risco, que podem ser tangíveis ou intangíveis. Cruzando estes dados, é possível identificar e combater em ordem decrescente dos riscos mais para os menos críticos, evitando assim, perda de tempo e demais recursos.

A gestão de riscos é fundamental em toda e qualquer empresa e deve ser feita de forma contínua ao longo de todo o projeto. Cabe à cada organização e aos responsáveis pelo gerenciamento dos projetos saber identificar, priorizar e gerir os possíveis riscos de acordo com os ambientes interno e externo. Com um efetivo gerenciamento de riscos dentro da gestão dos projetos, os resultados tendem a ser muito melhores.

 

1 comentário sobre “Gerenciamento de riscos em projetos: evitando surpresas ao longo do projeto”

  1. Pingback: Conheça as 10 áreas do conhecimento em gerenciamento de projetos – Sigma Gerenciamento de Projetos

Deixe uma resposta