A importância do Gerenciamento de Projetos para o alcance das metas

Em tempos de concorrência acirrada e grande competitividade, as organizações não podem se dar ao luxo de não saber onde desejam chegar. Quando falamos de caminhos a serem seguidos, o estabelecimento de metas torna-se um dos principais direcionadores rumo a visão desejada pela empresa.

Triplicar o número de clientes que visitam a loja mensalmente dentro de 2 anos, dobrar o faturamento em 3 anos e reduzir em 15% o índice de refugo em uma linha de produção nos próximos 3 meses são exemplos de metas que fazem parte do contexto de muitas organizações. Além disso, uma outra particularidade em comum a essas metas é que elas podem ser estabelecidas como projetos dentro das organizações.

dardos atingindo o alvo
As metas são importantes para definir as ações necessárias para se concretizar as estratégias que irão nortear a organização.

Os projetos podem ter sua origem dentro das mais diferentes áreas da empresa, no entanto, eles podem ser relacionados com as metas capazes de atender à estratégia de negócios da organização.  As metas globais são aquelas mais genéricas e abrangentes e, para alcança-las, se faz necessário identificar as iniciativas estratégicas, aquelas capazes de tornar as metas globais em realidade.

Dobrar o faturamento em três anos pode ser um exemplo de meta global. Já as iniciativas estratégias, ou seja, as ações para tornar a meta global em realidade, podem ser o aumento das vendas do produto X, o lançamento de novos produtos ou até mesmo o aumento da capacidade de produção.

Ou seja, tratando cada iniciativa estratégica como um projeto a ser gerenciado, podemos observar que tais projetos podem ser agrupados para a criação de bens, de serviços e para melhoria de resultados das operações de rotina. Sendo assim, os projetos se tornam um dos meios pelos quais as organizações atingem suas metas.

No entanto, tais projetos nem sempre são fáceis de se estabelecer e gerenciar. Algumas metas podem se desdobrar em projetos complexos e abrangentes, gerando um desafio a ser superado pela organização. Resultados insatisfatórios podem ser frutos de metas mal estabelecidas ou objetivos não definidos de forma clara e bem definida. Quando não se tem a ideia do todo, não é possível mensurar de forma eficiente os recursos necessários para a implantação de uma meta, assim como o tempo que se leva para o seu desenvolvimento e, ainda, não se sabe, ao certo, os custos necessários para estabelece-las dentro da organização.

As metas são importantes para definir as ações necessárias para se concretizar as estratégias que irão nortear a organização e defini-las de forma clara e objetiva faz toda diferença.  Como foi visto, quando essas metas são tratadas como projetos que precisam ser gerenciados, a empresa é capaz de identificar os recursos necessários para atingi-las, permitindo que parâmetros importantes como tempo, escopo, custo e qualidade não passem desapercebidos.

Deixe uma resposta